Mudar de casa é um processo trabalhoso para todos. Se você é tutor de pet, antes mesmo de se mudar já deve começar a pensar em como adaptar o cachorro ao novo lar para que tudo ocorra com tranquilidade. 

Os cachorros são animais inteligentes, mas mesmo assim eles não entendem essa história de mudar para outra casa, exatamente por isso precisamos ter paciência e cuidado nesses momentos. 

Hoje, trouxemos algumas dicas que podem ajudar na hora de realizar essa transição, continue a leitura para saber mais:

Por que se preocupar com a adaptação do pet?

Para muitas pessoas, os animais fazem parte da família. Então, é natural querer que o dog esteja sempre feliz, mas infelizmente em algumas situações os cães podem ficar ansiosos e estressados. 

Buscando evitar esses sentimentos ruins no bichinho, surge a necessidade de saber como adaptar o cachorro ao novo lar. Afinal de contas, se o cão estranhar muito o novo ambiente, ele pode tentar fugir na expectativa de voltar para a casa.

Outro detalhe fundamental que os tutores devem sempre ficar atentos é com a segurança do novo lar, já que podem ocorrer tentativas de fugas. Além disso, quando se trata de um novo ambiente, acidentes domésticos podem acontecer. 

Como adaptar o cachorro ao novo lar?

Algumas coisas podem ajudar muito quando se trata de como adaptar o cachorro ao novo lar. Antes de mais nada, é importante que você não esteja estressada, pois os dogs podem sentir e isso pode deixá-los com essa sensação.

No dia que a mudança for feita, procure deixar seu amigo em outro lugar e só levá-lo depois de tudo pronto. É preciso dar tempo para que ele conheça tranquilamente o novo lar. 

O olfato é muito importante para os cães, portanto, se a nova casa tem o cheiro de um cachorro desconhecido, isso pode atrapalhar. Depois de limpar o ambiente para diminuir odores residuais, leve objetos que tenham um cheiro familiar ao seu cachorro, incluindo os dele, dessa forma mesmo em um novo local ele se sentirá mais seguro. 

Após a mudança, mantenha a rotina com os mesmos horários de comida e passeios. O uso de florais também pode ser muito benéfico durante essa transição, existem opções para ajudar em momentos de estresse e ansiedade. 

Se você pensa em adestrar o cão, saiba que essa também é uma ótima opção, já que as técnicas ensinarão como adaptar o cachorro ao novo lar, pois o adestramento auxilia no comportamento do dog, principalmente diminuindo a ansiedade e isso sem dúvida facilita muito. 

Quais os sinais de não adaptação?

Agora que você já sabe mais sobre como adaptar o cachorro ao novo lar e a mudança já aconteceu, está na hora de ficar atento aos sinais para ver se a adaptação deu certo. 

Mesmo que seu peludo seja treinado e acostumado a fazer xixi em um mesmo local, é natural que nos primeiros dias ocorram alguns incidentes, porém se o cão não estiver fazendo suas necessidades normalmente, pode ser devido a problemas com a adaptação.

Recusar ração, não querer interagir, apatia, chorar e até mesmo alguns sintomas, como vômito e diarreia, também são indicativos de estresse ocasionado pela mudança. 

Se esse comportamento se mantiver por muito tempo, é fundamental procurar um veterinário, que orientará como proceder para ajudar o cachorro. 

Situações assim podem parecer estressantes, mas com muito amor e paciência podem ser superadas! 

Por falar em amor, você já ouviu falar em doação de sangue canina? Esse ato de amor pode salvar vidas! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redes Sociais

Parceiros

Logo Blog da Sulamita

Sou Sulamita Pinheiro Machado Cogan, advogada por formação. Todavia, por gostar de alguns assuntos como moda, beleza, música, pets, etiqueta e turismo no Brasil, resolvi escrever um blog para trazer aos usuários na internet conteúdos importantes sobre cuidados e os produtos utilizados com os pets.