Quando vamos contratar algum serviço, nos deparamos com alguns nomes e conceitos que podem nos confundir, desta forma, devemos buscar saber o que significa cada palavra para que não haja problemas.

Um ótimo exemplo disto é a nomenclatura: coparticipação em planos de saúde. Se você não sabe o que ela significa e para que serve acompanhe nosso artigo e saiba como funciona plano de saúde com coparticipação.

O plano de saúde é um serviço oferecido por operadoras, empresas privadas, com intuito de prestar assistência médica e hospitalar. Estes serviços podem ser dos mais variados tipos, como: exames laboratoriais, procedimentos médicos, internações e até mesmo grandes cirurgias.

Algumas empresas possuem em seu quadro de benefícios, o pagamento de planos de saúde para seus funcionários. E esses podem ser feitos de duas maneiras: Onde a empresa paga o valor integral, e o colaborador pode utilizar sem custo algum. Ou ainda o plano coparticipativo, em que o colaborador paga pequenas taxas quando utiliza o serviço médico do plano. Iremos explicar melhor abaixo.

O que é coparticipação?

Coparticipação é um valor cobrado ao usuário quando se utiliza os serviços oferecidos pela operadora nos planos de saúde. Em outras palavras, a coparticipação é a divisão de pagamentos de utilização dos serviços médicos, e estes pagamentos são divididos entre  o colaborador e a empresa.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é o órgão que regulamenta o que pode ser cobrado ou não em planos de saúde, e no caso da coparticipação, ela impõe alguns critérios para ser cobrado:

  • Consultas médicas – A cobrança é feita por consulta.
  • Exames simples – A cobrança é feita por exame
  • Pagamento de serviços médicos – cobrado apenas uma porcentagem do valor integral.

Segundo a mesma agência, a operadora não pode cobrar o valor integral do serviço, ou seja, o valor pago pelo colaborador deve ser menor que o preço de uma consulta no plano de saúde. O valor descontado por cada operadora pode variar, porém, a média do valor cobrado varia de 20% a 30% do valor integral.

Como funciona plano de saúde com coparticipação?

A empresa que está interessada em adquirir planos de saúde empresarial deve contratar estes serviços com uma operadora. Este modo de cobrança pode ser dividido em duas formas:

  • Planos sem coparticipação: A empresa paga um valor por funcionário e não é descontado do colaborador cada vez que ele utiliza os serviços médicos. Normalmente essa opção possui um custo maior.
  • Planos com coparticipação: O colaborador precisa pagar (desconto em folha) pelos serviços utilizados. Esta opção costuma ser mais em conta para a empresa, quando comparado com o outro modo de plano, devido a divisão de valores com os funcionários.

O importante, é sempre saber quais são as opções que as empresas e funcionários possuem em ambos os planos. Os dois métodos de cobranças possuem vantagens, e desta forma devem ser utilizados com consciência e sabedoria.

Se você possui algum tipo de plano com coparticipação comente na nossa área de comentários. Se você gostou de saber como funciona plano de saúde com coparticipação, acompanhe nossa página, e saiba mais informações sobre diversos outros assuntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redes Sociais

Parceiros

Logo Blog da Sulamita

Sou Sulamita Pinheiro Machado Cogan, advogada por formação. Todavia, por gostar de alguns assuntos como moda, beleza, música, pets, etiqueta e turismo no Brasil, resolvi escrever um blog para trazer aos usuários na internet conteúdos importantes sobre cuidados e os produtos utilizados com os pets.