Como cuidar de idosos na pandemia? Realmente, o mundo foi pego de surpresa em 2020 por uma doença que deixou tudo de pernas pro ar. Mesmo não tendo uma taxa de mortalidade nem perto do ebola ou algo do tipo, ainda é um risco sério e real para muitas pessoas.

Principalmente as pessoas que estão em uma idade muito avançada. Afinal de contas, vários fatores de riscos para o Coronavírus começam a se acumular ao passar dos anos.

Desde então todos estão muito preocupados em relação ao que fazer para manter seus queridos, com uma idade mais avançada, seguros. Alguns têm encontrado soluções interessantes em algum tipo de curso de cuidador de idosos online.

Mas existem algumas outras ideias que podem facilitar todo este processo. Lembrando que o ideal é sempre procurar as informações direto de profissionais de confiança.

Aqui estão algumas ideias baseadas diretamente nas orientações do ministério da saúde.

Como cuidar de idosos na pandemia

Primeiramente é importante dizer que a maioria dos cuidados ainda é essencial. Fazer as consultas e exames de rotina é realmente fundamental para se conseguir manter a saúde.

Ainda que o isolamento social seja uma recomendação a ser obedecida, é importante notar que uma ida ao médico programada é importante.

Mas existem algumas coisas que tornam todos os procedimentos diários mais seguros. Antes de mais nada é necessário entender que higiene e asseio pessoal é mais importante do que nunca.

Então, sempre que você chegar em casa, o primeiro passo a ser feito é remover os calçados, de preferência em um tapete que tenha soluções higiênicas. Se não for o caso, tente arrumar um borrifador com álcool 70 e borrife sobre o calçado, principalmente a sola.

Deixe o calçado ali enquanto é desinfetado, mas se não for possível leve ele nas mãos até algum local reservado.

Lavar as mãos é o próximo passo, e sempre que se chegar de um ambiente hospitalar ou de clínica, o ideal é tomar um banho e colocar as roupas para lavar.

Uso de máscaras

Este é um tópico muito delicado, pois é realmente a proteção mais adequada contra um vírus que normalmente se contamina através de vias aéreas.

A máscara requerida legalmente pode ser feita de pano ou praticamente qualquer coisa. Mas a verdade é que embora ajude em parte o problema, a segurança real vem de máscaras criadas especificamente para evitar contaminação.

Pode ter certeza que em uma sala de cirurgia você não encontrará um doutor utilizando qualquer coisa no rosto. Pelo menos não em casos que estão relacionados a doenças contagiosas.

Por isso, minha indicação é sempre procurar máscaras que são próprias para este tipo de aplicação. Elas são bem mais caras, que o normal e realmente vão fazer a diferença em questão de proteção.

Lembrando que a máscara, por melhor que seja, prejudica de alguma forma a respiração da pessoa. Então a melhor saída é sempre utilizar quando for necessário, deixando que a pessoa esteja mais livre em casa (desde que não recebendo visitas).

Caso de sintomas

É extremamente importante ir atrás da testagem assim que se detectar os primeiros sintomas da doença. Pode sair um pouco caro para alguns, mas a verdade é que tomar cuidados precoces é sempre uma boa saída.

Ainda existe muita controvérsia sobre o uso de medicamentos e coisas semelhantes. Mas a verdade é que a maioria dos experimentos, quando conduzidos corretamente, mostraram uma melhora significativa e rápida.

Lembrando que é importante manter a pessoa protegida para não contaminar outras durante este processo.

Porém também vale lembrar que se alguém da casa está com a doença, o ideal mesmo é esperar que ela seja isolada em outro imóvel. Senão o mínimo esperado é um isolamento em algum cômodo. 

Garantindo assim uma maior segurança geral para evitar problemas.

Tenha noção de primeiros socorros

Uma capacitação crucial para quem tem idosos em casa, ou pretende trabalhar com isto, é o curso de primeiros socorros. Através de uma capacitação como esta é possível realmente evitar vários problemas no dia a dia.

Sem contar que alguns acidentes simples acabam por serem reduzidos aos mínimos impactos na saúde do idoso.

Lembrando também que a pessoa terá a oportunidade de fazer o seu melhor para responder a situações de urgência e emergência. 

Embora estejamos em uma pandemia, é visível que as outras doenças e problemas não sumiram do mapa. Muito pelo contrário, elas estão bastante ativas, até mais do que antes.

Então é comum enfrentar situações como derrames, infartos, crises de pânico e vários outros problemas por aí. Muitos deles podem ser fatais, e um atendimento de primeiros socorros ideal precisa ser feito de maneira rápida e precisa.

Uma massagem cardíaca, uma manobra para resolver um engasgo são coisas básicas para quem cuida de idosos ou mesmo pessoas incapazes. Na verdade, este é quase que um conjunto de habilidades necessário para todos.

Entretanto vale a pena notar que quem está fazendo um curso de primeiros socorros para trabalhar, precisa de um certificado válido, ou será um curso tão válido quanto as impressões que tiverem de você.

Conclusão

Em geral os cuidados para idosos são os mesmos que qualquer outra pessoa na pandemia. Entretanto é sempre bom estar mais alerta e saber como se prevenir em diversas situações adversas.

Muitas vezes uma ação errada pode custar caro e não haverá o que ser feito para remediar a situação.

De fato, outro ponto crucial é não perder habilidades básicas como por exemplo a empatia e o desejo de fazer o bem para a pessoa. Afinal de contas, existe um elo de compromisso e amor entre o cuidador e o idoso.

Este é um trabalho que nem todos terão capacidade de executar perfeitamente, mas sem dúvida é uma obra muito nobre para quem deseja ter bons frutos.

Sem contar que é um mercado muito promissor, com excelentes possibilidades de trabalho e retorno.

No mais ficamos por aqui. Espero que você já tenha uma direção melhor sobre o assunto. Qualquer outra dúvida que você tiver é importante nos consultar para não ter problemas.

Até a próxima dica!


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redes Sociais

Parceiros

Logo Blog da Sulamita

Sou Sulamita Pinheiro Machado Cogan, advogada por formação. Todavia, por gostar de alguns assuntos como moda, beleza, música, pets, etiqueta e turismo no Brasil, resolvi escrever um blog para trazer aos usuários na internet conteúdos importantes sobre cuidados e os produtos utilizados com os pets.