Vermifugar os animais de estimação é um dos cuidados indispensáveis que você deve adotar para que a saúde e o bem-estar do seu pet não sejam comprometidos. Afinal, os vermífugos são medicamentos utilizados para proteger os pets de vermes.

Vermifugar os animais: veterinário oferece comprimido a um gato
Imagem: Shutterstock

No entanto, como vermifugar os animais de estimação de forma correta? Quais são os vermífugos encontrados no mercado? Solucione essas e outras dúvidas acerca desse produto veterinário.

De que doenças eles protegem os pets?

Essencialmente, os animais são protegidos de verminoses. A seguir, conheça as principais delas:

Verme do coração

Causada pelo parasita Dirofilaria immitis, a dirofilariose canina pode causar insuficiência cardíaca e doença pulmonar grave, o que pode levar o animal à morte. Sua transmissão é feita pela picada de um mosquito infectado, que serve como hospedeiro intermediário por cerca de 2 semanas.

O grande problema dessa doença é que ela só pode ser detectada por análise sanguínea quando as larvas chegam à corrente sanguínea periférica, o que acontece entre 6 a 8 meses após a infecção. Em estado avançado, apresenta sintomas como:

  • Tosse crônica;
  • Dificuldade ou aceleração da respiração;
  • Perda dos sentidos;
  • Fadiga;
  • Perda de peso;
  • Insuficiência cardíaca.

Toxocara canis
O nematódeo Toxocara canis afeta o intestino delgado do cachorro. Dessa forma são apresentados sintomas leves – diarreia, distensão abdominal e retardo no desenvolvimento – que, em casos extremos, podem levar o animal à morte.

Giardíase
Esta é uma infecção causada pelo protozoário Giardia spp. A maioria dos cães não apresenta sintomas, mas os sinais clínicos são mais comuns em animais com baixa imunidade e em filhotes: dor abdominal e diarreia com fezes pastosas ou líquidas e malcheirosas.

Quais as formas de aplicação do medicamento?

Dose única

O vermífugo de dose única não necessita de cálculo de dosagem e tem um preço mais acessível. Será necessário oferecer apenas único comprimido ao animal e, após 15 dias, um segundo. Caso o peso do seu pet for menor que 4 quilos, visite o médico veterinário e peça por instruções para que os comprimidos sejam fracionados.

Injetável

Vermifugar os animais usando o produto injetável requer a habilidade de um médico veterinário, pois a aplicação poderá ser feita a aplicação poderá ser feita via subcutânea, na pele do animal, ou intramuscular, no músculo do animal.

Aplicação na nuca

Assim como na aplicação de antipulgas, afaste os pelos do animal na região da nuca e aplique a pipeta. Entretanto, cuidado para não aplicar o medicamento se a pele do pet estiver machucada.

Pasta

Essa é uma opção muito prática. Você deve aplicar o produto no corpo do animal para que ele lamba. A parte interessante é que ele pode ser encontrado em diversos sabores como carne e peixe. O processo deve ser repetido por 3 dias.

Qual a dosagem correta?

A resposta para essa pergunta dependerá do peso do seu animal. Sem essa informação, existem os ricos de dosagem incorreta e de superdosagem, o que coloca em risco a saúde do pet. Esse aspecto é ainda mais importante no caso de filhotes, pois, os comprimidos encontrados no mercado são para vermifugar os animais de 4 ou 5 quilos.

Consulte o médico veterinário para que ele realize a pesagem e diga qual o melhor vermífugo para o seu amiguinho.

Qual a periodicidade da vermifugação?

Os vermes costumam afetar, principalmente, os filhotes. Em vista disso, eles devem receber a primeira dose do vermífugo entre os 15 e 30 dias de vida. As outras duas dosagens serão aplicadas com um intervalo de 15 dias cada.

Depois dessa fase, você deve vermifugar os animais três vezes ao ano:

  • Dose de verão (janeiro a abril): protege os animais durante as férias, quando é exposto a novos ambientes;
  • Dose de inverno (maio a agosto): nesse período, o animal costuma ficar mais tempo dentro de casa. Então, a vermifugação também funciona como uma proteção para a sua família;
  • Dose de primavera (setembro a dezembro): a época de férias retorna e o animal deve ser protegido de perigos externos.

Infelizmente, as pessoas não costumam vermifugar os animais e expõem seus pets e sua família a doenças que poderiam ser facilmente evitadas com o uso de um produto. Contudo, depois deste artigo, esperamos que você adote essa prática e aproveite o tempo com seu animalzinho sem se preocupar com verminoses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redes Sociais

Parceiros

Logo Blog da Sulamita

Sou Sulamita Pinheiro Machado Cogan, advogada por formação. Todavia, por gostar de alguns assuntos como moda, beleza, música, pets, etiqueta e turismo no Brasil, resolvi escrever um blog para trazer aos usuários na internet conteúdos importantes sobre cuidados e os produtos utilizados com os pets.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/femininas/www/wp-includes/functions.php on line 4348

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/femininas/www/wp-includes/functions.php on line 4348

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/femininas/www/wp-content/plugins/really-simple-ssl/class-mixed-content-fixer.php on line 110