Como anda a vida profissional, meninas?

Ainda hoje vemos que em diversas áreas os homens ganham mais do que as mulheres, mesmo exercendo o mesmo cargo. Segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), em 2014 a média dos salários de admissão dos brasileiros foi de R$ 1.247,98, enquanto considerando apenas as mulheres este valor foi de R$ 1.075,52. Há também mais mulheres procurando emprego 7,7%, contra 5,6% dos homens.

Mas calma, não precisa se desesperar. Um levantamento feito pela Catho apontou que em algumas áreas as mulheres recebem até 123% a mais do que os homens.

shutterstock_218763943

Entre as profissões que estão sendo mais atraentes para as mulheres está a de historiadora, com uma média salarial de R$ 1.935, enquanto dos homens é de R$ 864,20. Elas também estão se saindo melhor como analista de back office, onde a média salaria feminina é de R$ 4.150, mais de 100% a mais do que dos homens, que recebem, em média,R$ 1.938,40.

A Catho ainda realizou uma pesquisa com mais de 480 mil profissionais e listou as 21 profissões onde as mulheres tem ganhado mais:

  • Médico Ambulatorial – R$ 12.766,67
  • Engenheiro de Custos – R$ 9.985,08
  • Médico Emergencista – R$ 9.972,50
  • Médico Anestesista – R$ 9.786,67
  • Médico Clínico Geral – R$ 8.962,98
  • Médico Auditor               – R$ 8.710,00
  • Engenheiro de Planejamento e Controle – R$ 7.813,89
  • Analista de Relações Institucionais – R$ 7.127,14
  • Especialista em Compras – R$ 7.099,20
  • Dermatologista                – R$ 6.930,00
  • Engenheiro Orçamentista – R$ 6.877,44
  • Especialista Financeiro – R$ 6.771,44
  • Ginecologista – R$ 6.686,00
  • Especialista de Projetos – R$ 6.621,00
  • Pediatra – R$ 6.527,27
  • Engenheiro de Planejamento – R$ 6.489,19
  • Médico Intensivista – R$ 6.277,78
  • Business Partner – R$ 6.192,98
  • Contador Gerencial – R$ 6.121,86
  • Engenheiro Calculista – R$ 6.108,40
  • Engenheiro de Projetos              – R$ 6.043,77

Desigualdade em queda

shutterstock_152230811

Mesmo que em algumas áreas as mulheres têm ganhado destaque e recebam salários até maiores que os dos homens, essa melhora ainda é muito pequena e vista em apenas algumas áreas. No quadro geral, as mulheres ainda ganham 26,7% a menos que os homens e para mulheres com mais de 12 anos de estudo essa diferença de salários é de 41%.

Mesmo com menos mulheres nos altos escalões das empresas, elas têm sido mais empreendedoras no Brasil. A cada 100 estabelecimentos abertos no país, 49 possuem uma mulher à frente, enquanto a média mundial é de 37.

O mais importante é não desistir de conseguir direitos iguais e continuar persistindo para alcançar os mesmos salários e oportunidades na carreira.  😉

Vamos a luta, meninas! <3