Olá meninas, tudo bom ?

Hoje falaremos sobre pele, mais especificamente, sobre uma doença chamada psoríase. Ela atinge cerca de 2-3% da população mundial, homens e mulheres e, principalmente, pacientes acima de 30 anos. Separei algumas informações para que vocês possam entendem o que é a psoríase, seus sintomas e tratamentos.

imagem 1

1-      O que é psoríase? É uma doença inflamatória que se caracteriza por lesões avermelhadas acompanhadas por descamação. A pele é composta por três camadas, desde a mais externa até a mais profunda que demoram cerca de 4 semanas para crescerem. Nas pessoas que apresentam a psoríase, a pele tem o processo de renovação acelerado, ao invés de 4 semanas, são necessárias apenas 2, isso causa um excesso de pele que se transforma em novas camadas, causando a vermelhidão e descamação.

2-        Quais são os sintomas? Como existem mais de um tipo de psoríase, os sintomas variam de acordo com cada tipo e paciente. Os principais sintomas, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, são:

  • Manchas vermelhas com escamas secas esbranquiçadas ou prateadas
  • Pequenas manchas escalonadas
  • Pele ressecada e rachada, às vezes, com sangramento
  • Coceira, queimação e dor
  • Unhas grossas, sulcadas ou com caroços
  • Inchaço e rigidez nas articulações

imagem 2

1-      Psoríase tem cura? Não, infelizmente a psoríase é uma doença crônica que não apresenta cura, mas pode ser controlada. Hoje, existem remédios e tratamentos alternativos para ajudar as pessoas a lidarem melhor com a doença e diminuirem o efeito que ela causa.

2-      Como eu pego? É transmissível? A psoríase não é transmissível nem contagiosa. O próprio sistema imunológico é responsável pela doença, mas todas as causas ainda não foram detectadas. Uma das causas mais prováveis é a genética.

3-      Qual o tratamento? Existem vários tipos de tratamentos direcionados. Desde cremes, shampoos e medicamentos até banhos de sol diários. Isso varia de acordo com o tipo de psoríase, porém, todo tratamento deve ser orientado e acompanhado por médicos.

4-      Como evitar? Não há como evitar, mas é recomendável manter uma vida saudável e ficar de olho nos sintomas, principalmente quem tem caso na família. Quanto antes descoberta a doença, melhores as chances do tratamento dar certo.

5-      Dicas para lidar melhor com a psoríase: praticar esportes e ter uma alimentação balanceada. Além disso, mantenha a pele sempre hidratada e tome banhos mornos. Evite situações de estresse, bebidas alcóolicas e fumo. Procure um dermatologista!

imagem 3

A psoríase te garante uma vida normal, com boa qualidade de vida,  mas precisa ser tratada e o quanto antes diagnosticada, melhor. Por isso, cuidem-se meninas!