Em dezembro, no dia 8 mais especificamente, se comemora o Dia da Justiça no Brasil. A data traz um feriado aos servidores da área, os fóruns e repartições públicas judiciárias não trabalham, assim como é difícil encontrar um escritório de advocacia aberto na data.

O dia da Justiça coincide com a data de comemoração católica da Imaculada Conceição, que é a representação da virgem sem a mácula do pecado original. Assim é a associação que fazemos da data, na esperança de que o poder judiciário trabalhe dessa forma, sem máculas que a desabonem.

E você? Tem sido justa?

Falamos diariamente de diversas justiças, desde a exercida pelo Poder Judiciário até a justiça divina. Cobramos políticos honestos, decisões justas, julgamentos corretos, mas e nós mesmos? Somos justas com nós e com os outros?

É fácil cobrar transparência e justiça dos outros, mas quando analisamos nossas atitudes, podemos muitas vezes perceber que somos o oposto do que pedimos aos outros, mesmo que apenas em pequenos atos. Julgar alguém por conta própria, principalmente quando conhecemos apenas um lado da história é injustiça.

As principais injustiças cometidas diariamente envolvem:

  • Cônjuge ou namorado;
  • Familiares;
  • Amigos;
  • Desconhecidos.

O vídeo abaixo ilustra muito bem as injustiças cometidas todos os dias. Raramente pensamos na dor ou problemas do próximo e isso pode gerar julgamentos errados.

 

Como construir um mundo melhor

O primeiro passo para mudar, é reconhecer o problema e mudar a si mesmo. Só aí é possível mudar o mundo e incentivar as pessoas a fazerem o mesmo. Ninguém muda sem querer, só com incentivo. É preciso primeiro querer mudar e aceitar a mudança, que pode ser boa ou ruim em um primeiro momento, mas que sempre é uma tentativa de melhorar o que não está bom.

Alguns pequenos gestos e especialmente pensamentos e atitudes ajudam a mudar o mundo. Dar mais valor ao que realmente vale a pena, ao amor, carinho e boa vontade pode fazer toda a diferença. O altruísmo tem que ser mais presente na vida de todos se desejarmos um mundo diferente e justo.

shutterstock_79407598