As cirurgias reparadoras são procedimentos que visam corrigir alguma deformidade congênita (de nascença) ou adquirida por meio de traumas, tratamentos oncológicos ou problemas de desenvolvimento. Trata-se, portanto, de uma cirurgia plástica que não possui caráter estético, mas funcional.

Exame de mamografia que comprova o câncer de mama
Imagem: Shutterstock

O principal objetivo das cirurgias reparadoras é a recuperação do organismo para que ele tenha sua forma e função mais próxima possível da normalidade. Estas são intervenções consideradas tão essenciais quanto qualquer outro tratamento médico, uma vez que promove a saúde e funcionalidade do corpo.

Em geral, pacientes que apresentam estruturas físicas com algum tipo de comprometimento funcional podem se submeter a este tipo de operação. A indicação, entretanto, deve ser feita por um cirurgião plástico especializado — que avalia o caso de maneira individualizada e aponta se esta é uma opção benéfica ao paciente.

Quando as cirurgias são indicadas?

Pelo menos 40% de todas as cirurgias plásticas realizadas no Brasil possuem caráter reparador, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Entre as principais indicações para esses procedimentos estão:

  • Reconstrução de mama para pacientes que precisaram retirar os seios;
  • Correção de fissura labiopalatal (lábio leporino);
  • Tratamento de câncer de pele;
  • Remoção de pele abdominal após cirurgia bariátrica;
  • Tratamento de cicatrizes e queimaduras;
  • Remoção de pintas e manchas com potencial maligno.

Indivíduos que passaram por algum trauma físico, como acidente ou até mesmo agressão, também podem se submeter a cirurgias reparadoras para reestabelecer a forma e a capacidade funcional da parte do corpo afetada.

Quais são as cirurgias reparadoras mais comuns?

Existem diferentes formas de recuperar uma função que foi perdida ou comprometida, sendo que o tipo de procedimento e a técnica aplicada são escolhidos de acordo com o problema a ser tratado. Nesse sentido, as principais cirurgias reparadoras são:

Cirurgia de linfedema

O linfedema é um acúmulo de líquido linfático nos tecidos, formando um inchaço doloroso nas extremidades do corpo. Trata-se de uma alteração crônica em que são tratados os desconfortos do paciente.

A cirurgia de linfedema é indicada quando os métodos de alívio não surtem efeito, e consiste na retirada dos tecidos inchados e criação de novos caminhos de drenagem linfática.

Reconstrução de mama

Indicada para mulheres com câncer de mama e que precisaram retirar o seio total ou parcialmente. A reconstrução de mama é considerada essencial para o tratamento, e geralmente é recomendada por restaurar a autoconfiança e autoestima das pacientes.

Cirurgia de câncer de pele

A retirada da lesão é a primeira opção para a maioria dos casos de câncer de pele, especialmente nos casos em que o tumor apresenta margens bem delimitadas. A técnica aplicada na cirurgia de câncer de pele depende do tipo e tamanho das lesões, e geralmente alia a excisão da pele com a reconstrução da área afetada.

Microcirurgia

Estas são cirurgias reparadoras que permitem a reconstrução de partes mínimas, como vasos e nervos. Com ajuda de uma imagem ampliada, a microcirurgia permite a recuperação de músculos, tendões, nervos e pedaços de órgãos.

Vale lembrar que as cirurgias reparadoras são procedimentos que exigem uma avaliação criteriosa de um especialista, além do devido acompanhamento pré e pós-operatório. Para saber mais sobre o assunto, procure um cirurgião plástico de confiança.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Redes Sociais

Parceiros

Logo Blog da Sulamita

Sou Sulamita Pinheiro Machado Cogan, advogada por formação. Todavia, por gostar de alguns assuntos como moda, beleza, música, pets, etiqueta e turismo no Brasil, resolvi escrever um blog para trazer aos usuários na internet conteúdos importantes sobre cuidados e os produtos utilizados com os pets.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/femininas/www/wp-includes/functions.php on line 4344

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/femininas/www/wp-includes/functions.php on line 4344